Articulações

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Articulações

Uma das funções das articulações é permitir a movimentação de segmentos do corpo
Uma das funções das articulações é permitir a movimentação de segmentos do corpo

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

As articulações ou junturas podem ser definidas como o local de conexão entre dois ou mais ossos ou destes com as cartilagens. As principais funções desses locais são permitir a movimentação dos segmentos do corpo e manter todos os ossos do esqueleto juntos e estáveis.

De acordo com o tipo de tecido conectivo entre os ossos, as articulações podem ser classificadas em três tipos básicos: fibrosas, cartilaginosas e sinoviais. As articulações fibrosas, também chamadas de sinartroses ou imóveis, possuem uma pequena separação com tecido conjuntivo fibroso e não apresentam cavidade articular (espaço entre as superfícies articulares). A mobilidade dessa articulação é bastante reduzida ou inexistente, porém apresenta certa elasticidade.

Existem dois tipos de articulação fibrosa: as suturas e a sindesmoses. O primeiro grupo está relacionado com as articulações do crânio. Já as sindesmoses referem-se à articulação entre tíbia e fíbula e entre o rádio e a ulna.

As articulações cartilaginosas, também chamadas de anfiartroses ou levemente móveis, possuem uma separação cartilaginosa e não apresentam cavidade articular. A mobilidade dessas articulações é reduzida.

Existem dois tipos de articulações cartilaginosas: as sincondroses e as sínfises. Essas últimas possuem entre os ossos cartilagem fibrosa. Como exemplo, podemos citar as articulações presentes entre as vértebras, que possuem entre elas o disco intervertebral. Já as sincondroses possuem entre os ossos cartilagem hialina. A articulação esternocostal, entre o esterno e a cartilagem costal da primeira costela, é um exemplo desse tipo de articulação.

As articulações sinoviais, também chamadas de diartroses ou móveis, possuem uma cavidade articular (cavidade sinovial) que apresenta uma cápsula cheia de líquido sinovial, que funciona como um lubrificante. Essas articulações possuem uma maior liberdade de movimento e são as mais encontradas em nosso corpo.

De acordo com o movimento, as articulações sinoviais podem ser classificadas em uniaxial, biaxial e poliaxial.

- Uniaxial – Permite apenas um eixo de rotação. Exemplo: Articulação encontrada entre o úmero e a ulna.

- Biaxial – Permite dois eixos de rotação. Exemplo: Articulação do punho.

- Poliaxial – Permite três eixos de rotação. Exemplo: Articulação do ombro.

Curiosidade: O estudo das articulações é chamado de Artrologia.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: