Celoma

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Celoma

O celoma é uma cavidade formada por tecido derivado da mesoderma, onde estão alojados os órgãos
O celoma é uma cavidade formada por tecido derivado da mesoderma, onde estão alojados os órgãos

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

O celoma é uma cavidade existente no corpo de animais que é formada por tecido derivado apenas da mesoderme. A mesoderme é um dos três folhetos embrionários germinativos, ou seja, camadas celulares que se formam durante o processo de gastrulação no desenvolvimento embrionário e que futuramente darão origem a todos os tecidos do animal.

A mesoderme é uma característica de animais triblásticos ou triploblásticos, que, além desse folheto, possuem também a ectoderme e a endoderme. Os animais que apresentam apenas a ectoderme e a endoderme são chamados de diblásticos ou diploblásticos.

O que é celoma verdadeiro?

Quando a mesoderme divide-se em dois novos folhetos, um que acompanha a ectoderme e um que acompanha a endoderme, entre eles pode surgir uma cavidade, que denominamos de celoma verdadeiro. Animais que possuem esse celoma verdadeiro são chamados de celomados. Um exemplo é o homem.

O celoma é formado por camadas de tecido e é preenchido por ar ou água. Os tecidos que formam o celoma permitem que os órgãos do animal sustentem-se nessa cavidade. O líquido presente na cavidade, além de proteger os órgãos internos de impactos, funciona como um esqueleto hidrostático em alguns invertebrados. Além disso, pode servir para a circulação de nutrientes e outras substâncias.

O verdadeiro celoma é formado a partir da mesoderme, mas alguns animais triploblásticos possuem uma cavidade delimitada por tecido derivado da mesoderme e endoderme. A essa cavidade damos o nome de pseudoceloma, e esses animais são chamados de pseudocelomados. Um exemplo de animal pseudocelomado são os vermes circulares ou nematoides, como a lombriga.

Existem também animais triploblásticos que não possuem nenhuma cavidade corporal. São os chamados acelomados. Um exemplo clássico são os vermes achatados ou platelmintos, como as planárias.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: