Glândulas mamárias

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Glândulas mamárias

Ilustração da glândula mamária
Ilustração da glândula mamária

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

As mamas, constituídas por tecido adiposo e conjuntivo, são consideradas anexos da pele, pois seu parênquima é formado por tecido glandular, ou melhor, pelas glândulas mamárias, que são glândulas cutâneas modificadas e especializadas na produção de leite após a gestação.

As glândulas mamárias, classificadas como exócrinas (secretoras),estão presentes em ambos os sexos de todos os mamíferos. No entanto, a produção de leite ocorre geralmente nas fêmeas. Na espécie humana, o baixo nível do hormônio estradiol nos homens limita o depósito de gordura, assim, o desenvolvimento das mamas fica restrito à papila e aréola.

Cada mama é formada geralmente por 15 a 25 lobos, e cada um desses lobos corresponde a uma glândula. Cada glândula possui uma estrutura de tecido epitelial que secreta leite (parte secretora da glândula), o qual é drenado em uma série de ductos (galactóforos) que se abrem na papila mamária ou mamilo.

Puberdade

Na puberdade, ocorre uma proliferação de ductos galactóforos e a formação de pequenas estruturas tubuloalveolares em suas extremidades em virtude do aumento da taxa de hormônios ovarianos. Esse é um dos fatores que levam ao aumento do tamanho das mamas nesse período.

Modificações na estrutura dessas glândulas ocorrem também durante o ciclo menstrual. Quanto mais próximo da ovulação, quando encontramos uma maior quantidade do hormônio estrógeno no organismo, há uma proliferação de ductos e da parte excretora, tornando a divisão das glândulas mais nítida.

Gravidez e lactação

Nesse período, a ação conjunta de hormônios, como estrógeno, progesterona, prolactina, tiroxina, hormônio mamotrófico placentário e hormônio somatotrófico, leva ao crescimento das glândulas mamárias. Ocorre também uma proliferação de ductos e a formação de novas estruturas secretoras em um processo de preparação para a amamentação.

A secreção de leite só ocorre na fase de lactação. As células secretoras possuem vacúolos com lipídios, retículo endoplasmático liso e rugoso, entre outras estruturas que permitem que elas secretem os lipídios, proteínas e carboidratos que farão parte da constituição do leite. A sucção da criança é o principal estímulo para a liberação da oxitocina, hormônio que promove a contração de células presentes na glândula, o que leva à ejeção do leite.

Menopausa

As glândulas mamárias terão uma redução de seu tamanho após a menopausa, em virtude da atrofia dos ductos, partes secretoras e tecido conjuntivo.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: