Muda ou ecdise

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Muda ou ecdise

O processo de muda ou ecdise permite que animais que possuem exoesqueleto possam desenvolver-se
O processo de muda ou ecdise permite que animais que possuem exoesqueleto possam desenvolver-se

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

Alguns animais, como os artrópodes, são caracterizados pela presença de um esqueleto externo, denominado de exoesqueleto, que é rígido e reveste todo o corpo do animal. Embora a presença do exoesqueleto garanta uma maior proteção, ele acaba impedindo o crescimento.

Assim, periodicamente, esse exoesqueleto é eliminado para que o animal desenvolva-se por meio de um processo denominado de muda ou ecdise. Esse processo é controlado pelo sistema endócrino por intermédio da ação do hormônio ecdisona, que inicia o ciclo.

Processo de muda ou ecdise

  • O processo inicia-se com a epiderme destacando-se da procutícula (parte interna do exoesqueleto) velha e secretando enzimas que digerem parte dessa procutícula;

  • O antigo exosqueleto, denominado de exúvia, fende-se e é abandonado pelo animal;

  • A epiderme produz um novo exoesqueleto, que permanece mole por um período;

  • Enquanto o novo exoesqueleto estiver mole, o animal expande seu corpo pelo bombeamento de água ou ar;

  • Após o endurecimento do exoesqueleto, a água ou ar é substituído pelo crescimento dos tecidos.

Como o crescimento de animais com exoesqueleto só ocorre durante o processo de muda, ele não é contínuo, havendo períodos em que não há crescimento. Esse aspecto varia em cada espécie.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: