Sistema imunológico humano

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Sistema imunológico humano

A produção de anticorpos é essencial para a defesa do nosso corpo
A produção de anticorpos é essencial para a defesa do nosso corpo

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:

O sistema imunológico humano, também chamado de sistema imune ou imunitário, é formado por uma grande quantidade de células e moléculas responsáveis por reconhecer um antígeno e desencadear uma resposta efetora diante desse estímulo. Essas células e moléculas destroem ou inativam o antígeno e, portanto, são fundamentais para garantir a defesa do corpo contra infecções e tumores. Além das células livres, o sistema imunológico possui estruturas individualizadas, tais como linfonodos e baço.

Estruturas envolvidas na resposta imunológica

Células: Muitas células e substâncias por elas secretadas participam da resposta imune do organismo, como as células dendríticas, macrófagos, neutrófilos, células natural killer, mastócitos, basófilos, eosinófilos e linfócitos (Leia mais sobre: Leucócitos).

Órgãos linfoides: Esses órgãos recebem essa denominação porque são responsáveis pela produção, crescimento e desenvolvimento dos linfócitos. São exemplos de órgãos linfoides a medula óssea, timo, amígdalas, linfonodos, baço, entre outros.

Imunidade inata e imunidade adaptativa

Define-se imunidade inata como aquela que gera uma resposta rápida a determinados estímulos. Esse tipo de imunidade não é dependente de um contato anterior com agentes agressores e também não se altera após o contato. Os principais mecanismos da imunidade inata são a fagocitose, a liberação de mediares inflamatórias e a ativação de algumas proteínas. Os macrófagos e neutrófilos são exemplos de estruturas que garantem essa defesa.

A resposta imune adaptativa, por sua vez, é aquela que depende da ativação de células especializadas, principalmente os linfócitos. Esse tipo de resposta imune apresenta como características a especificidade do reconhecimento, capacidade de memória e resposta especializada. Esse tipo de imunidade necessita de anticorpos, que são moléculas que participam da destruição e neutralização de partículas estranhas.

Anticorpos

Os linfócitos B maduros (plasmócitos) são responsáveis pela produção de anticorpos, que são sintetizados apenas após a exposição a um antígeno (resposta imune adaptativa). Os anticorpos compreendem uma classe de proteínas globulares chamadas de imunoglobulinas (Ig).

O anticorpo apresenta uma estrutura semelhante a um Y e é formado basicamente por quatro cadeias polipeptídicas, sendo duas maiores (cadeias pesadas) e duas menores (cadeias leves).

Os anticorpos são capazes de se ligar especificamente a um antígeno, causando sua inativação por meio de diferentes mecanismos, tais como a aglutinação, facilitação da fagocitose e neutralização. É importante destacar que a ligação de um anticorpo com um antígeno é bastante específica e, normalmente, um anticorpo não reage com um antígeno diferente daquele que causou sua produção.

Mecanismo de ação do sistema imunológico

Veja algumas das células e substâncias envolvidas na resposta imune
Veja algumas das células e substâncias envolvidas na resposta imune

Quando um antígeno penetra no organismo humano, as primeiras células que atuam no processo são as células apresentadoras de antígeno, como os macrófagos. Os macrófagos fagocitam e avisam o restante do sistema imunológico sobre o organismo invasor.

Após a apresentação, os linfócitos T auxiliadores reconhecem os antígenos apresentados e inicia-se uma multiplicação dos linfócitos. Eles liberam substâncias que estimulam os linfócitos T citotóxicos e os linfócitos B. Os linfócitos B diferenciam-se em plasmócitos e iniciam a secreção de anticorpos, que se ligarão aos antígenos e causarão sua inativação.

O sistema imunológico, durante o processo de resposta a um antígeno, forma células de memória. São essas células que garantem uma resposta imune rápida caso o mesmo antígeno entre em contato com o organismo novamente.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: