O que são seres vivos?

Você está aqui: Home / Biodiversidade / O que são seres vivos?

Alguns exemplos de seres vivos
Alguns exemplos de seres vivos

Curtidas

0

Comentários

por Helivania

26 Oct 2016

Compartilhe:

Estima-se que a vida na Terra começou há cerca de 3,5 bilhões de anos, provavelmente com as cianobactérias. Mas o que são seres vivos?

Podemos definir os seres vivos pela presença de alguns atributos indispensáveis:

1. São constituídos por células;

As células são as unidades estruturais e funcionais dos seres vivos. Eles podem ser constituídos por apenas uma célula (unicelulares) ou por várias (pluricelulares). Existem apenas dois tipos básicos de células: as procariontes e as eucariontes.

2. Requerem energia para realizar seu metabolismo;

As células são consideradas unidades funcionais, pois nelas ocorre uma série de reações químicas indispensáveis para a sobrevivência dos organismos. Esse conjunto de reações é chamado de metabolismo. A regulação dessas reações é essencial para que o organismo responda de forma rápida e eficaz às mudanças ambientais e fisiológicas.

Existem dois tipos de reações metabólicas:

- Catabólicas (ou de degradação): liberam energia decompondo moléculas complexas em simples. Exemplo: Respiração celular.

A energia liberada nessas reações são essenciais para a realização de trabalho na célula, como os movimentos celulares.

- Anabólicas (ou de síntese): consomem energia para transformar moléculas simples em compostas. Exemplo: Síntese de proteínas.

3. Respondem a estímulos;

Tanto animais como plantas são sensíveis às informações recebidas do meio e reagem a elas. Por exemplo: Plantas crescem em direção à luz (fototropismo).

4. Apresentam material genético;

Todos os seres vivos apresentam como material genético o DNA (ácido desoxirribonucleico). O DNA carrega as informações que programam todas as atividades celulares e são transmitidos para as próximas gerações na forma de genes.

5. Reproduzem-se;

Os seres vivos são capazes de dar origem a novos seres. Isso ocorre pelo processo de reprodução. Existem dois tipos de reprodução:

- Reprodução sexuada: com envolvimento de gametas e, consequentemente, apresenta variabilidade genética;

- Reprodução assexuada: sem o envolvimento de gametas.

6. Evoluem.

A evolução dos seres vivos é consequência do acúmulo de mudanças que ocorrem nos organismos ao longo de gerações. Quando essas mudanças favorecem à sobrevivência do indivíduo, elas são selecionadas pelo mecanismo de seleção natural e transmitidas aos seus descendentes.

Como os vírus não são constituídos por células e não apresentam metabolismo próprio, necessitando instalar-se em um organismo vivo para reproduzir-se, muitos autores não os consideram como seres vivos.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

Comentários

por Helivania

26 Oct 2016

Compartilhe: