Célula vegetal

Você está aqui: Home / Biologia Celular / Célula vegetal

Aspectos gerais de uma célula vegetal
Aspectos gerais de uma célula vegetal

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

A célula vegetal é eucariótica e, assim como a célula animal, é constituída por uma membrana plasmática, um citoplasma e um núcleo. Esses dois tipos de célula também apresentam algumas organelas em comum, como a mitocôndria, retículo endoplasmático liso e rugoso, ribossomos, sistema golgiense e peroxissomos.

Em relação às diferenças entre ambas, a célula vegetal possui parede celular, plastos, glioxissomas e vacúolos de suco celular, ausentes na célula animal. Esta, por sua vez, apresenta lisossomos, ausentes na vegetal. Aqui destacaremos as estruturas presentes na célula vegetal e ausentes na célula animal.

Estruturas presentes somente na Célula Vegetal

1. Parede celular: estrutura presente externamente à membrana plasmática que protege a célula contra danos mecânicos, contra a ação de alguns patógenos e mantém seu formato. Pode ser encontrada também em alguns fungos e protistas. Sua constituição é variável nos diversos organismos, mas, na célula vegetal, é formada principalmente por celulose, proteínas e outros polissacarídeos.

2. Plastos ou plastídios: são organelas que armazenam substâncias e participam da síntese de compostos orgânicos (fotossíntese). Existem três grupos de plastos:

  • Leucoplastos: incolores e armazenam substâncias de reserva, como amido;

  • Cromoplastos: armazenam pigmentos;

  • Cloroplastos: organelas que armazenam clorofila e onde ocorre a fotossíntese.


Ilustração de um cloroplasto

3. Glioxissoma: organela rica em enzima que atua sobre os lipídios, transformando-os em açúcares. Esse processo é de fundamental importância, pois as plantas emergentes, que ainda não produzem seu próprio alimento, utilizam esses açúcares como fonte de energia e carbono.

4. Vacúolos de suco celular: nas plantas, os vacúolos têm a função de armazenar substâncias e participar da regulação osmótica. As substâncias armazenadas são desde proteínas, pigmentos, até substâncias tóxicas que as protegem da herbivoria. A planta jovem possui diversos pequenos vacúolos, que, como o passar do tempo, unem-se e tornam-se um único e grande vacúolo central na planta. A entrada de água no vacúolo faz com ele exerça uma pressão interna sobre a parede celular, que é parcialmente elástica, permitindo que a célula aumente de tamanho.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: