DNA

Você está aqui: Home / Biologia Celular / DNA

Observe a representação de um trecho de uma molécula de DNA
Observe a representação de um trecho de uma molécula de DNA

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

O DNA (ácido desoxirribonucleico) é um tipo de ácido nucleico que possui papel fundamental na hereditariedade, sendo considerado o portador da mensagem genética. É no DNA que estão codificadas todas as características de um ser vivo, que são únicas em cada indivíduo. Através desse ácido nucleico, é possível identificar pessoas, realizar testes que indicam a paternidade, solucionar crimes, identificar doenças antes destas se manifestarem e até mesmo controlar a síntese de algumas substâncias através de técnicas de engenharia genética.

Os ácidos nucleicos, que podem ser DNA ou RNA, são constituídos por uma pentose, um ácido fosfórico e uma base nitrogenada. No caso do DNA, a pentose é do tipo desoxirribose e as bases nitrogenadas são adenina, citosina, guanina e timina. O conjunto formado pela pentose, pelo ácido fosfórico e pela base nitrogenada forma o nucleotídeo.

Observe a estrutura de um nucleotídeo
Observe a estrutura de um nucleotídeo

O DNA teve sua estrutura descrita em 1953 por James Watson e Francis Crick em seu trabalho "Molecular structure of the nucleic acids" (em português, Estrutura molecular dos ácidos nucleicos) publicado na revista Nature. Esses pesquisadores deram o nome de dupla-hélice ao modelo proposto para descrever a estrutura do DNA. Segundo esse modelo, os nucleotídios unem-se através da ligação fosfodiéster, formando longas cadeias polinucleotídicas. O DNA apresenta duas dessas cadeias que se mantêm unidas através de ligações de hidrogênio e estão enroladas de forma semelhante a uma escada helicoidal.

As ligações de hidrogênio ocorrem entre os pares de bases nitrogenadas e formam-se apenas em bases específicas. A adenina só se liga à timina e a guanina só se liga à citosina, sendo assim, as duas cadeias do DNA são complementares. Na ligação entre a adenina e a timina, ocorrem duas ligações de hidrogênio, enquanto na ligação entre a guanina e a citosina ocorrem três ligações.

É importante destacar que todas as espécies vivas apresentam um DNA formado apenas por essas quatro bases nitrogenadas e o DNA de qualquer tecido de um indivíduo apresenta a mesma sequência de bases.

O DNA apresenta regiões específicas chamadas de genes, que são herdados de nossos pais. Esses genes são responsáveis pela produção de uma molécula de RNA, que serve para orientar a síntese de proteínas com base nas informações fornecidas pelo nosso DNA. É por isso que dizemos que o DNA contém todas as informações de um organismo, porque é nele que encontramos o código necessário para a produção de cada proteína do nosso corpo.

O DNA é encontrado nos cromossomos de nossas células e nas nossas mitocôndrias. Nos vegetais, esse material genético é encontrado também no interior dos plastos, como o cloroplasto. O DNA nas células eucarióticas apresenta-se de maneira linear, já nas células procariontes, mitocôndrias e plastos, é encontrado em forma de molécula circular.

Curiosidade: Hoje é possível colocar genes de uma célula em outra através da técnica do DNA recombinante. Por meio dessa técnica, é possível produzir transgênicos, vacinas e medicamentos. Um dos exemplos mais conhecidos dessa tecnologia é a introdução de genes humanos em bactérias, que passaram a produzir insulina.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: