Glicogênio

Você está aqui: Home / Biologia Celular / Glicogênio

O fígado apresenta uma grande quantidade de glicogênio, que pode ser usado por todo o organismo
O fígado apresenta uma grande quantidade de glicogênio, que pode ser usado por todo o organismo

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:

O glicogênio é o principal polissacarídeo de reserva em animais, assim como o amido é o das plantas. Ele é um polímero formado por resíduos de glicose unidos por ligações glicosídicas. Estima-se que uma molécula de glicogênio contenha cerca de 60000 resíduos de glicose.

Onde o glicogênio é encontrado?

O glicogênio está presente em todas as células de um animal, sendo mais abundante em células do fígado e músculos estriados esqueléticos. No fígado, a quantidade de glicogênio após uma refeição rica em carboidrato chega a 6% do peso do órgão. Já nos músculos, essa reserva pode apresentar 0,7% do peso do tecido.

Quais são as funções do glicogênio?

O glicogênio atua como uma forma de armazenamento de açúcares. No fígado, a produção e a degradação do glicogênio são fundamentais para suprir as necessidades do organismo, garantindo a manutenção da glicemia entre as refeições. O glicogênio no fígado funciona como uma reserva de glicose, que, sempre que necessário, é utilizada e levada também para outros órgãos.

No músculo, os processos de síntese e degradação são realizados apenas para suprir as necessidades desse tecido. O músculo utiliza essa reserva quando é muito utilizado, como durante uma corrida.

Síntese e degradação de glicogênio

A glicogênese é o nome do processo no qual se forma uma molécula de glicogênio a partir de moléculas mais simples. Ela ocorre quando os níveis de energia e suprimentos de glicose estão elevados.

Na glicogênese, ocorre a transferência de resíduos de glicose, que se ligam em grupos hidroxila livres presentes nos resíduos de glicose que são encontrados nas porções mais periféricas. A regulação da glicogênese ocorre essencialmente pelo glicogênio sintase.

A glicogenólise é o processo em que ocorre a degradação do glicogênio e acontece quando os níveis de energia e suprimentos de glicose estão baixos. O processo consiste na remoção dos resíduos de glicose terminal. A regulação da glicogenólise ocorre essencialmente pelo glicogênio fosforilase.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: