Proteínas

Você está aqui: Home / Biologia Celular / Proteínas

As proteínas são macromoléculas encontradas em todos os organismos vivos
As proteínas são macromoléculas encontradas em todos os organismos vivos

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

As proteínas são compostos orgânicos abundantes encontrados em todos os organismos. De acordo com alguns autores, em animais superiores, essas macromoléculas constituem aproximadamente 50% do peso seco de seus tecidos. As proteínas estão presentes em praticamente todas as estruturas celulares, sendo ainda responsáveis pela constituição de anticorpos e hormônios, por exemplo.

Estrutura das proteínas

Todas as proteínas são formadas por moléculas denominadas de aminoácidos (veja a representação a seguir). Cada aminoácido é formado por um grupo carboxila (- COOH) e um grupo amina (-NH2), que estão ligados a um átomo de carbono. Nesse átomo de carbono estão ligados ainda um átomo de hidrogênio e um radical (R), que varia de um aminoácido para outro.

O radical diferencia um aminoácido de outro
O radical diferencia um aminoácido de outro

No total, existem 20 aminoácidos na natureza, que são responsáveis por formar todas as proteínas existentes. Cada aminoácido liga-se a outro por meio de ligações peptídicas, que acontecem entre o grupamento carboxila de um aminoácido e o amina de outro. Normalmente, utiliza-se o termo proteína para designar uma estrutura formada por mais de 70 aminoácidos distintos.

Classificação das proteínas

As proteínas podem ser classificadas em dois grupos básicos: proteínas fibrosas e proteínas globosas. As proteínas fibrosas são aquelas em que as cadeias de aminoácidos estão dispostas de maneira a formar fios e, geralmente, são insolúveis em água. Esse é o caso das fibras encontradas no tecido conjuntivo.

Além das proteínas fibrosas, temos as proteínas globulares. Essas proteínas possuem cadeias que se enrolam sobre elas mesmas, formando uma estrutura esférica e normalmente solúvel em água. Como exemplo dessas proteínas, podemos citar a hemoglobina e os anticorpos.

Podemos classificar ainda as proteínas em simples ou conjugadas. As simples são aquelas formadas exclusivamente por aminoácidos, enquanto as conjugadas possuem outras substâncias a elas ligadas, como um açúcar ou uma vitamina.

Organização das proteínas

As proteínas podem organizar-se de diferentes formas:

  • Estrutura primária: As proteínas apresentam-se de forma linear, sem ramificação. Nesse caso, podemos estudar a constituição do fio proteico, analisando os tipos de aminoácidos e suas quantidades;

  • Estrutura secundária: observa-se um enrolamento da proteína, formando, geralmente, uma espécie de hélice;

  • Estrutura terciária: observa-se o enrolamento das proteínas que já estavam em estrutura secundária, ou seja, ocorre o dobramento da hélice. Ocorre apenas em proteínas globosas;

  • Estrutura quartenária: Ocorre apenas em proteínas conjugadas de grande porte. É possível observar várias cadeias enoveladas;

Função das proteínas

As proteínas apresentam as mais variadas funções, destacando-se, principalmente, sua função estrutural, uma vez que fazem parte da estrutura de todos os organismos vivos. Como exemplo de proteínas estruturais, podemos citar o colágeno e a queratina.

Além do papel estrutural, as proteínas atuam como catalisadoras, como é o caso das enzimas, ajudam na contração muscular (actina e miosina), protegem o organismo (anticorpos), atuam como pigmentos (clorofila e hemoglobina) e garantem o transporte de gases (hemoglobina). Não podemos esquecer que vários hormônios são formados por proteínas, como é o caso da insulina, do FSH e do LH.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: