Sais minerais

Você está aqui: Home / Biologia Celular / Sais minerais

O cálcio é um sal mineral que deve ser adquirido pela alimentação
O cálcio é um sal mineral que deve ser adquirido pela alimentação

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:

Os sais minerais são elementos inorgânicos necessários para o funcionamento adequado do organismo, atuando, por exemplo, na constituição de ossos, contração muscular e propagação do impulso nervoso. Em virtude da incapacidade do nosso corpo de produzir essas substâncias, é fundamental que elas sejam adicionadas à nossa dieta.

Principais sais minerais e seu papel na saúde humana

Cálcio: é um dos sais minerais mais conhecidos e representa, aproximadamente, metade da quantidade total de minerais do organismo. Seu papel é amplo, estando relacionado com a permeabilidade da membrana, contração muscular, liberação de hormônios, coagulação do sangue, além, é claro, de formar ossos e dentes. O cálcio pode ser encontrado em vários alimentos, destacando-se leites e derivados, cereais e legumes.

Fósforo: Esse sal mineral é encontrado principalmente no esqueleto humano, pois faz parte da composição dos ossos. Além desse papel mais conhecido, ele faz parte da estrutura da membrana (fosfolipídeo) e fornece energia para a célula na forma de ATP (adenosina trifosfato). É encontrado em leites e derivados, ovos, pães e cereais.

Flúor: Seu papel mais conhecido é, sem dúvida, na prevenção de problemas dentários, mas ele também é importante para outras células e tecidos. Encontrado em maior quantidade na água fluorada.

Iodo: Esse sal mineral está relacionado diretamente com o metabolismo do organismo, uma vez que faz parte da composição dos hormônios tireoidianos (tiroxina e tri-iodotironina). Pessoas acima dos 14 anos devem consumir 150 mcg de iodo diariamente. O iodo é encontrado adicionado ao sal de cozinha e em alguns frutos do mar.

Potássio: Esse sal mineral atua principalmente no metabolismo e na produção de proteínas e glicogênio. Além disso, está ligado à excitação neuromuscular, participa da bomba de sódio-potássio e controla os níveis de pH e a quantidade água disponível no nosso organismo. Um adulto deve consumir diariamente cerca de 4700mg desse sal. Pode ser encontrado em frutas, leite, carnes e cereais.

Sódio: constitui o sal de cozinha e está relacionado, entre outras funções, com a manutenção do potencial de membrana, absorção de água, glicose e aminoácidos, além de ajudar no controle da pressão sanguínea. Recomenda-se que, diariamente, um adulto faça uso de 1,3 g de sódio diariamente. Além do sal de cozinha, pode-se encontrar sódio em alimentos como queijo e vegetais.

Magnésio: Apesar de menos comum, esse sal mineral não é menos importante, pois está relacionado com mais de 300 reações enzimáticas diferentes. Relaciona-se com o metabolismo do cálcio e também com a produção de vitamina D. Recomenda-se que adultos entre 19 e 30 anos consumam diariamente 400 mg. Após essa idade, a recomendação é de 420mg para homens e 320mg para mulheres. Ele é encontrado principalmente em verduras com folhas verde-escuras.

Ferro: desempenha um importante papel no transporte de oxigênio para as células, uma vez que faz parte da hemoglobina, que é encontrada nos eritrócitos . Além disso, o sal é responsável por ativar enzimas e atua na respiração celular. É encontrado em alimentos como coração, fígado, gema de ovo, beterraba e feijão.

Zinco: é um mineral importante para a realização de reações químicas por algumas enzimas. Ele está relacionado com a resposta imune, função neurológica, estrutura de proteínas, síntese de hormônios, transmissão de impulsos nervosos, entre outras funções. É importante destacar que é um componente da insulina e, portanto, relaciona-se com o controle da glicose. O zinco pode ser encontrado em peixes, aves, carne bovina, leite e derivados.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: