Vacúolos

Você está aqui: Home / Biologia Celular / Vacúolos

Os vacúolos são estruturas envoltas por uma membrana única
Os vacúolos são estruturas envoltas por uma membrana única

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

Os vacúolos, estruturas características da célula vegetal, são regiões da célula envolvidas por uma membrana única, chamada de tonoplasto. Inicialmente, muitos pesquisadores acreditavam que essa estrutura era vazia e oca, entretanto, com o tempo, descobriu-se que o vacúolo apresentava-se cheio de um líquido que recebeu o nome de suco celular.

O suco celular pode ser formado por uma diversidade de substâncias, sendo encontrados principalmente água, sais, açúcares e proteínas dissolvidas. No interior dos vacúolos também são encontrados cristais, que se formam graças ao acúmulo de algum composto que está em concentração elevada. O ph do conteúdo vacuolar geralmente é ácido, ficando em torno de 5.

Além das substâncias citadas, frequentemente encontramos no interior dos vacúolos compostos fenólicos, alcaloides e pigmentos como as antocianinas e as flavonas. As antocianinas estão relacionadas com a coloração vermelha, azul ou roxa, enquanto as flavonas são responsáveis pela coloração amarela.

No interior de vacúolos de células de algumas sementes são encontradas proteínas que recebem o nome de grãos de aleurona. Esses grãos atuam promovendo a digestão dos hidratos de carbono durante o processo de germinação.

A origem dessa estrutura ainda é bastante controversa, sendo que alguns autores acreditam que podem ter sido formados a partir do retículo endoplásmatico. Quando jovens, as células apresentam pequenos vacúolos que vão se fundindo e formando uma única estrutura. Ocupando até mesmo 90% de todo o volume de uma célula, o vacúolo acaba comprimindo o citoplasma contra a parede celular. O conjunto dessas estruturas é chamado de vacuoma.

Entre as principais atividades desenvolvidas por essa estrutura, podemos citar:

- Reserva: Funcionam como compartimentos para estocagem. Normalmente o vacúolo não produz as moléculas que armazena, recebendo-as de outras partes da célula.

- Controle osmótico: Atuam no processo de turgescência e plasmólise, evitando que a célula se rompa.

- Degradação de macromoléculas e reciclagem de componentes celulares: Possuem atividade digestiva.

- Defesa: As substâncias contidas no interior dos vacúolos podem ser nocivas para parasitas e herbívoros, sendo assim, podem desempenhar um papel de proteção para a planta.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: