Vitaminas

Home / Biologia Celular / / Química da célula / Vitaminas

As vitaminas podem ser retiradas dos alimentos
As vitaminas podem ser retiradas dos alimentos

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

09 Mar 2015

Compartilhe:

As vitaminas são substâncias orgânicas que o corpo é, normalmente, incapaz de produzir, porém são de suma importância para o funcionamento do organismo. Por serem diferentes quimicamente, não são consideradas um grupo particular de substâncias.

Costuma-se dividir as vitaminas em dois grupos principais: as hidrossolúveis e as lipossolúveis. As vitaminas hidrossolúveis dissolvem-se em água e devem ser ingeridas diariamente, uma vez que não são armazenadas pelo organismo. As lipossolúveis, por sua vez, são aquelas que se dissolvem em lipídios e outros solventes orgânicos e são armazenadas pelo organismo, não sendo necessária, portanto, a sua frequente ingestão.

Normalmente as vitaminas são utilizadas em pequenas quantidades pelo corpo e atuam como coenzimas, ajudando em reações enzimáticas. Podem ser retiradas naturalmente dos alimentos, entretanto, hoje é comum encontrá-las em farmácias, que as comercializam como uma forma de complementação para pessoas que possuem uma dieta deficiente.

A deficiência dessas substâncias, problema conhecido como avitaminose, pode causar danos à saúde, portanto, é importante ficar atento às recomendações. Veja a seguir as principais vitaminas existentes e sintomas provocados por sua deficiência:

Vitaminas hidrossolúveis

Vitaminas do Complexo B:

Vitamina B2: A falta dessa vitamina provoca inflamação nos lábios e fissuras na região da boca. Dose diária recomendada: 1,7 mg.

Vitamina B6: A deficiência dessa vitamina provoca irritabilidade, convulsão, doenças de pele, apatia e distúrbios nervosos. Dose diária recomendada: 2,0 mg.

Vitamina B12: Sua falta desencadeia distúrbios nervosos e anemia perniciosa, que gera a redução do número de glóbulos vermelhos. Dose diária recomendada: 2,0 µg.

Vitamina C: Sua deficiência relaciona-se com uma doença conhecida como escorbuto, que provoca sangramento nas gengivas, fraqueza e lesões na mucosa do intestino. Dose diária recomendada: 60 mg.

Vitaminas lipossolúveis

Vitamina A: Sua deficiência está relacionada com a incapacidade de enxergar em ambientes pouco iluminados (cegueira noturna) e com o surgimento de pele áspera e enrugada. Dose diária recomendada: 1,0 mg.

Vitamina D: A falta dessa vitamina relaciona-se com o enfraquecimento e o surgimento de deformidades nos ossos, um problema conhecido como raquitismo. Dose diária recomendada: 5,0 µg.

Vitamina E: A deficiência de vitamina E provoca irritabilidade, esterilidade, abortos e anemia. Dose diária recomendada: 10,0 mg.

Vitamina K: A falta de vitamina K está relacionada com uma diminuição da capacidade de coagulação sanguínea, o que pode levar a hemorragias. Dose diária recomendada: 45 µg.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

09 Mar 2015

Compartilhe: