Raiz

Você está aqui: Home / Botânica / Raiz

As raízes permitem a fixação no substrato, bem como a absorção, condução e reserva de nutrientes
As raízes permitem a fixação no substrato, bem como a absorção, condução e reserva de nutrientes

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

As raízes são órgãos encontrados em plantas vasculares que permitem sua fixação ao substrato e possuem ainda as funções de absorção, condução e reserva de nutrientes. Apresentam-se divididas em quatro partes: a coifa, zona lisa ou de crescimento, zona pilífera e zona de ramificação. Podem ser subterrâneas, aéreas ou aquáticas, dependendo do meio em que elas se desenvolvem. Quanto às suas formas, podemos encontrar dois tipos de sistemas radiculares:

1. Pivotantes ou axiais: Formados pela raiz primária, originada do meristema apical da raiz do embrião, e suas ramificações, também chamadas de raízes secundárias. Esse tipo de sistema radicular é geralmente encontrado em plantas dicotiledôneas e gimnospermas;

Sistema radicular pivotante ou axial encontrado em plantas dicotiledôneas e gimnospermas
Sistema radicular pivotante ou axial encontrado em plantas dicotiledôneas e gimnospermas

2. Fasciculadas ou cabeleira: esses sistemas são formados pelas raízes adventícias que se originam no caule, sem apresentar uma raiz principal, pois a raiz primária, geralmente, desenvolve-se por curto período de tempo. Esse sistema radicular é encontrado em plantas monocotiledôneas.

Sistema radicular fasciculado ou cabeleira encontrado em plantas monocotiledôneas
Sistema radicular fasciculado ou cabeleira encontrado em plantas monocotiledôneas

As raízes podem apresentar especializações para realizar as mais diversas funções. As raízes tuberosas, por exemplo, têm a capacidade de armazenar nutrientes, como a mandioca; as raízes sugadoras ou haustórios, presentes em plantas parasitas, sugam os nutrientes da planta hospedeira, como o cipó-chumbo; entre outras especializações.

Algumas associações são encontradas em determinadas raízes e podem estar relacionadas com importantes adaptações dessas plantas. Um exemplo clássico é a associação entre bactérias dos gêneros Rhizobium ou Bradyrhizobium e as raízes de leguminosas, originando nódulos radiculares fixadores de nitrogênio de extrema importância para o desenvolvimento da planta. Outro exemplo são as micorrizas, que são associações de raízes e fungos. Os fungos convertem minerais e matéria orgânica degradada presentes no solo em formas assimiláveis para a planta, e a planta produz açúcares, aminoácidos e outros materiais orgânicos acessíveis ao fungo.


Por Ma. Helivania Sardinha dos Santos

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: