Descoberta da penicilina

Você está aqui: Home / Curiosidades de Biologia / Descoberta da penicilina

O fungo <em>Penicillium </em>produz uma substância capaz de matar bactérias
O fungo Penicillium produz uma substância capaz de matar bactérias

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

A descoberta da penicilina foi, sem dúvidas, um grande avanço para a medicina em todo o mundo. Foi a partir da descoberta desse antibiótico que várias doenças, que antes matavam várias pessoas, puderam ser curadas e hoje são tratadas com relativa facilidade.

Quem descobriu a penicilina?

A penicilina foi descoberta por um oficial médico inglês chamado Alexander Fleming (1881-1955). Seus estudos foram impulsionados pela vontade de descobrir maneiras de curar as feridas infectadas de soldados após atuar na Primeira Guerra Mundial.

A descoberta

Alexander Fleming descobriu a penicilina por acaso. Quando Fleming voltou da guerra, em 1928, iniciou seus estudos a respeito da bactéria Staphylococcus aureus, responsável por provocar infecções em feridas de soldados.

Um dia, ele resolveu sair de férias e deixou as culturas das bactérias em seu laboratório, no Hospital St. Mary, em Londres, sem o acondicionamento correto e sem nenhuma supervisão. As placas permaneceram ali até o retorno de Fleming e foram contaminadas.

O Hospital St. Mary foi o local da descoberta da penicilina
O Hospital St. Mary foi o local da descoberta da penicilina Título: Hospital St. Mary

Ao retornar algumas semanas depois, o médico percebeu que a cultura estava repleta de bolor e que o ideal era jogá-la fora. No entanto, antes de descartar o material, Fleming percebeu que, ao redor dos locais onde havia o bolor, não era detectada a presença de Staphylococcus aureus, o que sugeria que o fungo havia interrompido a atividade da bactéria.

Análises demonstraram que o fungo em questão era o Penicillium notatum e que a substância secretada por ele era capaz de matar bactérias. Surgia nesse momento a penicilina, considerada como o primeiro antibiótico da humanidade e uma das descobertas médicas mais fantásticas.

Após as descobertas de Fleming, as pesquisas continuaram e, em 1938, a penicilina foi isolada por Chain e Florey na Inglaterra. Os avanços continuaram até que, em 1940, o primeiro paciente humano recebeu antibiótico para curar uma grave infecção no sangue.

Os resultados com a penicilina foram tão impressionantes que, por muito tempo, acreditou-se que os problemas com doenças bacterianas haviam chegado ao fim. Infelizmente, houve o surgimento de superbactérias, que são resistentes à grande maioria dos antibióticos. O uso indiscriminado desses medicamentos, não apenas da penicilina, provocou a seleção de cepas bacterianas resistentes.

CURIOSIDADE: Fleming, Florey e Chain receberam o Prêmio Nobel de Medicina em 1945 por seus trabalhos com a penicilina.

Leia também: Importância do uso correto dos antibióticos.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: