Câncer de mama

Você está aqui: Home / Doenças / Câncer de mama

O câncer de mama ocorre em razão da multiplicação anormal de células nessa região
O câncer de mama ocorre em razão da multiplicação anormal de células nessa região

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

O câncer de mama, depois do câncer de pele não melanoma, é o tipo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. Apesar de também acometer os homens, esse tipo de doença é bastante raro nesse público. Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), o número de mortes em mulheres em decorrência do câncer de mama em 2013 foi de 14.207; em homens, foram registradas 181 mortes.

Normalmente o câncer de mama é descoberto entre os 40 e 60 anos de idade e caracteriza-se pela multiplicação anormal de células na região da mama, formando um tumor. Se descoberto logo no início, esse tipo de câncer apresenta altas chances de cura.

Sintomas e sinais do câncer de mama

O câncer de mama apresenta alguns sinais e sintomas que devem ser verificados pela mulher, por isso, a importância de conhecer bem o corpo. Entre os principais sinais e sintomas, podemos destacar:

- Presença de nódulo na região da mama ou na axila;

- Dor nas mamas;

- Mudanças na pele que recobre a mama. É comum que a pele adquira um aspecto semelhante a uma casca de laranja e apresente uma coloração avermelhada;

Exames para diagnosticar o câncer de mama

As alterações podem ser observados pela própria mulher durante o autoexame da mama, mas nem sempre elas são perceptíveis e, muitas vezes, só são verificáveis em fases avançadas da doença. Assim sendo, o autoexame não deve ser considerado como uma forma efetiva de excluir o diagnóstico do câncer.

O ideal é que a mulher sempre procure um médico para avaliar a saúde das mamas. Esse profissional apalpará a região das mamas a fim de localizar nódulos e outras alterações. Caso o exame clínico seja sugestivo, ele poderá indicar outros exames, tais como ultrassonografia e mamografia.

A mamografia, que é um exame oferecido gratuitamente pelo SUS, é realizada em um equipamento chamado de mamógrafo. O exame ocasiona leve desconforto e é feito comprimindo a mama para avaliar até mesmo pequenas alterações. Por meio desse exame, que é recomendado para mulheres a partir dos 40 anos de idade, é possível reconhecer o câncer em sua fase inicial.

Fatores de risco do câncer de mama

Vários são os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama, e o principal deles é a idade avançada. Além disso, podemos destacar os hábitos de vida, como obesidade e uso de álcool e cigarro, o histórico familiar e algumas características reprodutivas, tais como menarca precoce, primeira gestação após os 30 anos de idade e menopausa tardia. Podemos destacar também o uso de contraceptivos orais e a reposição hormonal.

Como se prevenir do câncer de mama

Como o câncer de mama é influenciado por diversos fatores, não é possível citar uma forma realmente efetiva de proteção. Entretanto, hábitos de vida saudáveis são uma forma de diminuir os riscos de desenvolver a doença.

Entre as principais medidas indicadas para diminuir os riscos de câncer de mama, estão:

- Evitar o cigarro e bebidas alcoólicas;

- Praticar atividades físicas;

- Controlar o peso;

- Amamentar, uma vez que pesquisas indicam que o aleitamento materno reduz os riscos de câncer;

- Realizar a terapia de reposição hormonal apenas quando indicada pelo médico e acompanhada por esse profissional.

Outubro Rosa

O outubro rosa é um movimento comemorado anualmente que busca alertar a população sobre o câncer de mama, fornecendo informações sobre a doença e conscientizando as mulheres da importância da realização de exames. Esse movimento foi iniciado em 1997, nos Estados Unidos, e hoje é feito em diversas partes do mundo.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: