População e comunidade

Você está aqui: Home / Ecologia / População e comunidade

Um conjunto de organismos da mesma espécie vivendo em uma área forma uma população
Um conjunto de organismos da mesma espécie vivendo em uma área forma uma população

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

A Ecologia é a ciência que estuda as relações existentes entre os seres vivos e destes com o ambiente em que vivem. Para compreender essa ciência, alguns conceitos devem ser aprendidos. Entre eles, dois são extremamente importantes: população e comunidade.

Uma população, em Ecologia, pode ser definida como um conjunto de indivíduos de uma mesma espécie que vive em uma determinada área em um determinado momento. Essa área pode ser a distribuição normal desses organismos ou então um limite escolhido por um pesquisador que estuda aquele grupo de seres. Sendo assim, uma população pode ser também um grupo de indivíduos da mesma espécie que está sendo estudado.

Uma população tem seu tamanho alterado constantemente em decorrência de diversos fatores. Ela pode diminuir, por exemplo, em consequência de mortes e migrações e aumentar em decorrência de nascimentos e imigrações. As mortes, nascimentos, migrações e imigrações estão intimamente ligados a fatores como a disponibilidade de alimento, condições ambientais, predadores e a reprodução.

Apesar de teoricamente uma população poder crescer infinitamente, isso não acontece na prática. O meio onde um grupo de indivíduos vive não suporta um aumento exagerado de organismos, existindo assim uma capacidade limite. Imagine, por exemplo, uma área com grande quantidade de herbívoros que vivem sem predadores no local. O aumento exagerado de indivíduos logo provocará a escassez de alimento, fazendo com que alguns morram de fome, retornando assim a população ao seu tamanho ideal.

As comunidades, por sua vez, podem ser definidas como um conjunto de populações em um determinado lugar e em um determinado espaço de tempo. Essas diferentes populações, no entanto, não se distribuem de igual maneira, sendo algumas espécies abundantes e outras raras.

Nas comunidades, as diferentes populações interagem das mais variadas maneiras. Essas interações, também chamadas de relações ecológicas, podem beneficiar todos os indivíduos envolvidos ou então beneficiar apenas um grupo. Quando as interações ocorrem entre espécies diferentes, são chamadas de interespecíficas; mas quando ocorrem entre seres da mesma espécie, trata-se de relações intraespecíficas.

Essas diferentes relações ecológicas existentes entre os seres vivos são responsáveis por controlar, juntamente aos fatores abióticos, as populações que fazem parte de uma comunidade. A competição, por exemplo, pode extinguir completamente uma espécie de uma comunidade.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: