Espermicida

Você está aqui: Home / Embriologia e reprodução humana / / Métodos contraceptivos / Espermicida

Uma gravidez indesejada pode ser evitada com o uso de métodos contraceptivos nas relações sexuais
Uma gravidez indesejada pode ser evitada com o uso de métodos contraceptivos nas relações sexuais

Curtidas

0

por Vanessa

28 Aug 2014

Compartilhe:

O espermicida é um método contraceptivo que funciona matando os espermatozoides. Essa substância química é colocada no interior da vagina, próxima à região do colo do útero, momentos antes da relação sexual.

Encontrado na forma de cremes, geleias, comprimidos, tabletes e espumas, ele pode ser usado sozinho ou então em combinação com outros métodos contraceptivos, tais como diafragmas e preservativos. Possui eficácia relativamente baixa quando comparado com outros métodos. Normalmente, há 29 gravidezes a cada 100 mulheres, se usado isoladamente.

Geralmente os espermicidas são feitos a partir de uma substância chamada nonoxinol-9. Sua ação determina a ruptura da membrana das células dos espermatozoides, fazendo com que eles morram ou então diminuam seu movimento, impossibilitando a fecundação.

O espermicida apresenta algumas desvantagens, sendo a principal delas a falta de proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis. Além disso, pesquisas sugerem que alguns tipos podem aumentar o risco de infecção pelo vírus da AIDS.

Os espermicidas também podem gerar alguns efeitos colaterais, como irritações e lesões. Também foram relatados casos de infecção urinária, principalmente em mulheres que fazem uso de espermicida por mais de 1 vez ao dia.

Apesar de todas essas desvantagens, o método apresenta suas vantagens. Os espermicidas aumentam a lubrificação vaginal, podem ser usados sem prescrição médica e serem colocados antes da relação sexual, não excedendo nunca o período de uma hora.

Antes de utilizar o método, atente a algumas dicas:

- Observe a data de validade;

- Lave bem as mãos antes da aplicação;

- Aplique o espermicida o mais próximo ao colo do útero possível;

- Se o espermicida for em tabletes, filmes ou comprimidos, coloque pelo menos 15 minutos antes da relação. Esse tempo é necessário para que ele se dissolva;

- Coloque mais espermicida no início de um novo ato sexual;

- Não utilize ducha íntima após o sexo. Aguarde no mínimo 6 horas;

- Suspenda o uso caso seja observado qualquer irritação na vagina ou no pênis do parceiro. O aumento de corrimento na vagina também é um motivo para interromper o uso.

Lembre-se sempre de que o melhor método contraceptivo é aquele que oferece segurança e conforto. Antes de escolher o método, avalie bem seus custos, eficácia e praticidade.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

28 Aug 2014

Compartilhe: