Métodos contraceptivos

Home / Embriologia e reprodução humana / Métodos contraceptivos

Os métodos contraceptivos previnem uma gravidez indesejada
Os métodos contraceptivos previnem uma gravidez indesejada

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

27 Aug 2014

Compartilhe:

Muitas mulheres apresentam o sonho de ter filhos; outras, no entanto, não possuem esse desejo ou ainda não estão preparadas, seja física e psicologicamente, seja financeiramente, para uma gestação. Nesse último caso, a mulher deve procurar meios de prevenir uma gravidez indesejada: os métodos contraceptivos.

Existem diferentes tipos de métodos contraceptivos e nem todos se adaptam ao estilo de vida de determinada mulher. Para que um método seja eficaz, é importante não avaliar somente os índices de falha, mas também se há conforto, acessibilidade, riscos à saúde e até mesmo se corresponde ao objetivo pretendido, que pode ser prevenir uma gravidez momentaneamente ou então para sempre.

Os métodos contraceptivos podem ser classificados em cinco tipos básicos: comportamentais, hormonais, de barreira, intrauterinos e definitivos. Veja a seguir a descrição de cada tipo e exemplos:

- Os métodos comportamentais ou naturais baseiam-se em mudanças no comportamento sexual, como abstenção sexual no período fértil e relações em que o esperma não é colocado no interior da vagina. A tabelinha e o coito interrompido são exemplos de métodos comportamentais.

- Os métodos hormonais são medicamentos que contêm hormônios que atuam evitando a ovulação ou dificultando a passagem do espermatozoide através do espessamento do muco. Dentre os métodos hormonais, destacam-se os contraceptivos orais combinados e os contraceptivos orais constituídos apenas de progesterona.

- Os métodos de barreira impedem fisicamente que o espermatozoide encontre o óvulo, funcionando, portanto, como barreiras mecânicas. Como exemplos desse método, podemos citar a camisinha e o diafragma.

- Os dispositivos intrauterinos são estruturas colocadas no interior da cavidade do útero que atuam impedindo a chegada dos espermatozoides às tubas uterinas. Como exemplo, podemos citar o Sistema de Liberação Intrauterino de Levonorgestrel (SIU-LNG) e o Dispositivo Intrauterino de Cobre (DIU-Cu).

- Os métodos definitivos são aqueles em que são feitos processos cirúrgicos que promovem a esterilização, que pode ser do homem ou da mulher. São exemplos de métodos definitivos a laqueadura tubária e vasectomia.

Nesta seção daremos dicas de como evitar uma gravidez indesejada, mostrando os benefícios e as desvantagens de cada método contraceptivo. Esperamos que nossos textos esclareçam suas dúvidas sobre o tema.

Boa leitura!


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

27 Aug 2014

Compartilhe: