Quadro de Punnett

Você está aqui: Home / Genética / Quadro de Punnett

Alguns exercícios de genética podem ser realizados por meio do quadro de Punnett
Alguns exercícios de genética podem ser realizados por meio do quadro de Punnett

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:

Quando pensamos em Genética, logo imaginamos atividades que possuem como base a análise de cruzamentos e os possíveis descendentes que podem ser gerados. Apesar de parecer complexo para algumas pessoas, certos problemas podem ser resolvidos por meio do prático quadro de Punnett.

O quadro de Punnett foi criado por um geneticista inglês chamado Reginald Punnett (1875-1967). O objetivo do pesquisador com a criação desse quadro era demonstrar a variedade de combinações genéticas possíveis em um determinado cruzamento.

O quadro é uma espécie de diagrama onde separamos os gametas de um genitor em uma linha e os do outro em uma coluna e fazemos a combinação de linhas e colunas a fim de observar os possíveis descendentes. Em cada quadradinho dos descendentes estaremos representando um possível cruzamento de um óvulo e um espermatozoide.

Imagine, por exemplo, que um casal seja heterozigoto para o albinismo (Aa). Como durante a meiose para a formação dos gametas os alelos separam-se, o homem terá espermatozoides A e a, enquanto a mulher terá óvulos A e a. Observe a figura a seguir:

Observe os gametas dos genitores separados em uma linha e uma coluna
Observe os gametas dos genitores separados em uma linha e uma coluna

Veja que, ao utilizar o quadro de Punnett, é possível observar com mais clareza o gameta de cada genitor e também o genótipo de seus descendentes, facilitando, assim, a realização de uma grande quantidade de exercícios de Genética. É importante ressaltar, no entanto, que realizar exercícios dessa maneira só é possível se os problemas analisados obedecerem à primeira e à segunda Lei de Mendel, pois, nesses casos, observamos uma segregação independente de cada gene.

Veja um exemplo:

(Vunesp-SP- Modificada) A mamona (Ricinus communis) produz inflorescências contendo somente flores pistiladas (flores femininas), quando o genótipo é recessivo, e inflorescências mistas (flores femininas e flores masculinas), quando o genótipo é homozigoto dominante ou heterozigoto.

Com base nessas afirmações, que tipos de inflorescências serão produzidas nos descendentes do seguinte cruzamento:

a) NN x Nn?

Resolução:

a) Resolver essa questão é bastante simples. Primeiro devemos separar os gametas, observe:

Observe a separação dos gametas
Observe a separação dos gametas

Após separá-los, basta realizar as combinações dos alelos das linhas com os alelos das colunas.

Observe as possíveis combinações para a formação dos descendentes
Observe as possíveis combinações para a formação dos descendentes

Observe que temos 50% de chance de os descendentes serem homozigotos dominantes e 50% de chance de serem heterozigotos. Nesse caso, como homozigotos dominantes e heterozigotos possuem o mesmo fenótipo, teremos 100% de plantas com inflorescências mistas.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: