Melanina

Você está aqui: Home / Histologia Animal / Melanina

Os melanócitos são as células responsáveis pela produção de melanina
Os melanócitos são as células responsáveis pela produção de melanina

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

A melanina é um tipo de proteína produzido nos melanócitos a partir de um aminoácido essencial chamado tirosina. É essa proteína a principal responsável por colorir a pele e pelos dos seres humanos, além de proteger o DNA das células contra a radiação ultravioleta emitida pelo sol.

Os melanócitos são derivados dos melanoblastos e estão localizados na epiderme, mais precisamente no estrato germinativo. Possuem formato de glóbulo, que é de onde partem prolongamentos que se estendem em direção à região mais superficial da epiderme (veja figura acima). Esses prolongamentos adentram em células conhecidas como queratinócitos, onde liberam a melanina e formam a unidade epidérmico-melânica. Vale frisar que um melanócito pode interagir com mais de trinta queratinócitos diferentes.

No interior dos melanócitos existem organelas elípticas que recebem o nome de melanossomos. São nessas estruturas que a melanina é produzida. Quanto mais melanossomos os melanócitos apresentam, mais pigmentada é a pele de uma pessoa. Vale frisar que pessoas que possuem uma doença genética denominada de albinismo são incapazes de sintetizar melanina.

Existem dois tipos principais de melanina: a eumelanina e feomelanina. A primeira apresenta uma coloração que varia do negro ao marrom, além de possuir um alto peso molecular e capacidade de dispersar a luz ultravioleta. Já a feomelanina apresenta coloração que varia do vermelho ao amarelo.

Quando somos expostos ao sol, observamos o escurecimento de nossa pele, ocorrência que é uma forma de proteger o nosso DNA. Nesse momento, observa-se uma produção aumentada de um tipo de melanina denominado de melanina facultativa. A melanina facultativa só é produzida quando ocorre exposição aos raios ultravioleta. Em contrapartida, existe um tipo de melanina que é produzido graças à ação dos nossos genes: a melanina construtiva. Diante disso, fica fácil compreender que o bronzeado é conseguido graças à produção de melanina facultativa, enquanto nossa cor real de pele é resultado da melanina construtiva.

Apesar de nosso organismo apresentar a melanina como uma forma de proteção contra os raios ultravioleta, a exposição exagerada ao sol pode desencadear problemas graves, como queimaduras, o envelhecimento precoce e cânceres de pele.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: