Experimento de Redi

Você está aqui: Home / Origem do universo e da vida / Experimento de Redi

Redi foi um dos primeiros a provar que a vida só poderia surgir de outra preexistente
Redi foi um dos primeiros a provar que a vida só poderia surgir de outra preexistente

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

Por muito tempo acreditou-se que a vida surgia a partir de matéria bruta, inanimada. A teoria da abiogênese ou da geração espontânea admitia, por exemplo, que ratos poderiam “nascer” a partir de roupas sujas e foi bastante difundida no século XIX.

Um dos primeiros trabalhos científicos que tentaram provar que a vida só poderia surgir a partir de um ser vivo preexistente foi o de Francesco Redi (1626-1697). Esse médico italiano foi responsável por iniciar os estudos que levaram à comprovação da teoria da biogênese.

Em meados do século XVII, muitas pessoas acreditavam que larvas e vermes surgiam a partir de carne em putrefação. Redi acreditava que essas larvas, na realidade, eram estágios iniciais do ciclo de vida de moscas e começou a realizar trabalhos para confirmar tal fato.

Para provar sua teoria, Redi colocou animais mortos em um frasco, cobrindo-os com uma gaze fina, e deixou outros frascos abertos, permitindo, assim, a entrada e saída das moscas. Ele tinha, portanto, um experimento perfeito, que seguia à risca o método científico.

Depois de algum tempo, Redi percebeu que, nos frascos que estavam fechados, não apareceu nenhuma larva, diferentemente dos que estavam abertos. Sendo assim, ele conseguiu provar que as larvas não surgiam a partir da carne em putrefação, e sim das moscas que botavam ovos na carne.

Se a teoria da geração espontânea fosse realmente correta, no frasco coberto com gaze deveriam surgir larvas. Entretanto, esse fato não ocorreu, confirmando assim que essa teoria não era verdadeira.

Apesar de ter perdido a credibilidade com o experimento de Redi, a teoria da abiogênese foi usada posterioridade para explicar a origem de micro-organismos, como as bactérias. Isso ocorreu porque alguns pesquisadores ainda não conseguiam imaginar como seres tão pequenos e relativamente simples poderiam realizar algum tipo de reprodução.

Alguns pesquisadores, tais como Lazzaro Spallanzani e Louis Pasteur, entretanto, não acreditavam que a teoria da geração espontânea era correta nem mesmo para os micro-organismos e realizaram pesquisas que acabaram de vez com essa hipótese.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: