Teoria dos coacervados

Você está aqui: Home / Origem do universo e da vida / Teoria dos coacervados

A Terra primitiva era quente, com grande quantidade de erupções vulcânicas e constantemente atingida por meteoros
A Terra primitiva era quente, com grande quantidade de erupções vulcânicas e constantemente atingida por meteoros

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

28 Aug 2014

Compartilhe:

A vida é um tema que desperta curiosidade e intriga a sociedade e pesquisadores. Várias teorias foram feitas para explicar como ela surgiu. Segundo a teoria da biogênese, um ser vivo só pode surgir a partir de outro pré existente. Mas como surgiu o primeiro ser vivo?

Inicialmente, acreditava-se que a atmosfera da Terra primitiva era formada por alguns elementos básicos: vapor de água, amônia, hidrogênio, e metano. Essas substâncias se encontravam em contante instabilidade, pois sofriam a ação das descargas elétricas e radiação. É importante lembrar que não existia a camada de ozônio nesta época e portanto, a radiação chegava de maneira muito intensa na superfície terrestre.

Além disso a temperatura atingia níveis muito elevados e o planeta era constantemente atingido por meteoros. Atualmente muitos acreditam que a água e o carbono chegaram a Terra graças a estas colisões com meteoros.

Com o passar do tempo, a Terra foi esfriando. Isso fez com que ocorresse o endurecimento de rochas e consequentemente a formação da crosta terrestre. Iniciou-se também a condensação do vapor de água e o inicio das chuvas. Com as chuvas, ocorreu a formação de lagos e oceanos, locais onde possivelmente a vida se originou.

Oparin e Haldane, de forma independente, formularam uma teoria que se difere em alguns pontos, mas de maneira geral postula que a vida originou a partir de moléculas orgânicas nos oceanos primitivos. Segundo eles, os gases da atmosfera durante milhões de anos sofreram com a ação de descargas elétricas e radiações. Isso fez com que as moléculas inorgânicas dessem origem às moléculas orgânicas, como as proteínas.

As proteínas eram então arrastadas pela água até o interior dos oceanos primitivos, agregavam-se e formavam os coacervados. Os coacervados podem ser definidos como proteínas aglomeradas e envoltas por moléculas de água. Os mares primitivos podiam ser considerandos grandes “sopas nutritivas”, devido a presença dessas substâncias orgânicas.

Miller após observar a teoria proposta por Oparin e Haldane, tentou demonstrar experimentalmente o que seria a Terra primitiva e como ocorreria o surgimento das proteínas. Ele colocou em um recipiente água, metano, amônia e hidrogênio e submeteu o recipiente à constantes descargas elétricas e aumento de temperatura. Após algum tempo, Miller conseguiu observar a presença de aminoácidos em seu experimento. Como todos sabem, os aminoácidos são as partículas formadoras das proteínas.

Infelizmente o experimento de Miller estava errado quanto a composição real da atmosfera terrestre. Apesar de não haver ainda um consenso, acredita-se hoje que a atmosfera era formada principalmente por vapor de água, gás carbônico, monóxido de carbono, hidrogênio e nitrogênio. Entretanto, hoje grande parte dos pesquisadores aceitam a teoria de que os seres vivos são resultado de diversas modificações químicas. Sendo assim, os trabalhos de Oparin, Haldane e Miller foram essenciais para essa compreensão.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

Comentários

por Vanessa

28 Aug 2014

Compartilhe: