Dicas para se prevenir da picada do Aedes aegypti

Você está aqui: Home / Saúde e bem-estar / Dicas para se prevenir da picada do Aedes aegypti

Para acabar com o mosquito, é essencial a destruição dos criadouros
Para acabar com o mosquito, é essencial a destruição dos criadouros

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

O mosquito Aedes aegypti parece não nos dar trégua. Além da dengue, que já se tornou um problema de saúde pública quase que incontrolável, esse mosquito também é responsável por transmitir doenças como a chikungunya e a zika. Essa última tem relação direta com casos de microcefalia, o que vem causando grande temor em mulheres grávidas.

Para eliminar o mosquito e acabar de vez com essas doenças no nosso território, é fundamental destruir os criadouros de Aedes, evitando, principalmente, o acúmulo de água parada. Entretanto, apesar de muitas pessoas fazerem sua parte, outras são pouco conscientes e deixam locais abandonados com água que acabam tornando-se criadouros do mosquito.

Diante disso, é fundamental que, além de combater o mosquito, tomemos também alguns cuidados individuais a fim de evitar a contaminação. Veja só algumas dicas que ajudam na prevenção individual:

Em locais que existem focos do mosquito, opte por roupas de manga comprida e calças. Essa medida diminui a quantidade de pele exposta, assim, as chances de uma picada diminuem. Como vivemos em um país com temperaturas relativamente altas, aposte em tecidos leves;

Sempre que possível utilize repelentes, dando maior ênfase nos braços e pernas. Nas mulheres grávidas, o recomendado é consultar o médico para que este recomende o mais eficaz e seguro. Vale destacar, no entanto, que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) emitiu um comunicado em que esclarece que não há impedimento do uso de repelentes por mulheres grávidas, desde que estes estejam registrados na Agência e que as recomendações do fabricante sejam seguidas;

O óleo de citronela também é um repelente contra mosquitos bastante descrito na literatura. Alguns trabalhos recomendam, inclusive, a utilização das folhas da planta para fazer um chá que pode ser usado para limpar chão e janelas das casas. Velas de citronela também são recomendadas;

Outra medida que pode ser tomada é o uso de mosquiteiros e telas em janelas e portas. Essa medida impede a entrada do mosquito em nossas casas e que este nos pique durante o sono, momento em que não estamos em alerta para evitar a picada;

Apesar de muitas vezes não ser possível, é importante evitar áreas com grande quantidade de mosquitos. Evitar o problema é a maneira mais eficaz de proteção.

A prevenção individual também é importante para o controle do Aedes Aegypti, pois diminui o número de doentes e, consequentemente, o número de mosquitos contaminados. Fazer a nossa parte é essencial para que todos vivam em um ambiente cada vez mais saudável.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: