Classificação dos artrópodes

Você está aqui: Home / Zoologia / Classificação dos artrópodes

O siri pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Crustacea
O siri pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Crustacea

Curtidas

0

por Mariana

30 Oct 2014

Compartilhe:

O Filo Arthropoda abriga os animais mais abundantes do planeta. Eles apresentam, como característica principal, o corpo articulado; coberto por esqueleto externo (exoesqueleto). Tal estrutura sofre trocas periódicas (muda ou écdise), secretadas pela epiderme do animal. Além dessas características, os artrópodes são os únicos invertebrados que podem apresentar asas.

Uma das maneiras de classificá-los é desta forma:

- Subfilo Crustacea

Representado pelos tatuzinhos-de-jardim, camarões, lagostas, lagostins, caranguejos, siris, cracas. A maioria dos representantes desse grupo é aquática, principalmente de ambiente marinho, apresentando hábito filtrador como forma de capturar alimentos. No entanto, há aqueles que se alimentam de algas, de outros animais ou mesmo de matéria morta.

O corpo dos crustáceos costuma ser dividido em cefalotórax e abdome; cabeça e tronco; ou mesmo cabeça, tórax e abdome. O número de patas varia.

No primeiro tagma, são encontrados dois pares de antenas, além de duas maxilas e uma mandíbula. Em algumas espécies, o exoesqueleto também possui substâncias calcárias, fazendo com que se apresente ainda mais rígido. A respiração é geralmente branquial; e a excreção é feita por glândulas maxilares e verdes.

O camarão pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Crustacea
O camarão pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Crustacea

- Subfilo Chelicerata

Representado pelos caranguejos-ferradura (Classe Merostomata), aranhas-do-mar (Classe Pycnogonida) e os mais conhecidos: aranhas, opiliões, escorpiões, carrapatos e ácaros (Classe Arachnida).

Como o nome sugere, tais artrópodes, típicos de terra firme, possuem quelíceras como característica típica do grupo. Além disso, possuem pelo menos cinco olhos simples, e um par de pedipalpos. Estes funcionam como órgãos gustativos, auxiliam na manipulação de alimento e podem se apresentar modificados em órgão de cópula.

Esses animais têm corpo dividido somente em cefalotórax e abdome; não possuem antenas, e geralmente apresentam quatro pares de patas neste primeiro segmento.

Alguns quelicerados, como certas espécies de aranhas e escorpiões, são capazes de inocular veneno em suas presas, ou em predadores em potencial. Nos escorpiões, a estrutura que armazena e inocula veneno é o aguilhão. Aranhas, ainda, podem apresentar fiandeira, que é uma estrutura a partir da qual se constroem as teias.

Os quelicerados respiram por filotraqueias, também chamadas de pulmões foliáceos; a excreção é feita por túbulos de Malpighi e glândulas coxais.

O escorpião pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Chelicerata
O escorpião pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Chelicerata

- Subfilo Uniramia

Centopeias e lacraias (Classe Chilopoda), piolhos-de-cobra (Classe Diplopoda), e os insetos em geral (Classe Insecta); são os principais representantes desse grupo. O corpo pode estar dividido em cabeça e tronco, como é o caso dos indivíduos das duas primeiras classes citadas anteriormente; ou em cabeça, tórax e abdome, no caso dos insetos.

Os unirâmios (ou unirrâmios) apresentam como característica principal o fato de possuírem um único par de antenas. Na cabeça, há também ocelos, sendo que olhos compostos são encontrados somente em algumas espécies de centopeias. Há geralmente dois pares de maxilas e um de mandíbulas.

Respiram por meio de traqueias, e os túbulos de Malpighi estão associados à excreção. Insetos possuem três pares de pernas e alguns indivíduos também apresentam asas.

A lacraia pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Uniramia
A lacraia pertence ao filo dos artrópodes e ao subfilo Uniramia


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Curtidas

0

por Mariana

30 Oct 2014

Compartilhe: