Insetos

Você está aqui: Home / Zoologia / Insetos

Os insetos caracterizam-se pela presença de três pares de pernas e um par de antenas
Os insetos caracterizam-se pela presença de três pares de pernas e um par de antenas

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

Os insetos, que pertencem ao filo dos artrópodes, são o maior grupo de animais existente, com mais de 900.000 espécies distintas. A principal característica que concedeu esse grande sucesso adaptativo aos insetos é a sua capacidade de voo, que permite a esses animais fugir de predadores, buscar alimentos ou até mesmo procurar por condições ambientais que favoreçam sua sobrevivência. Os insetos ocupam diversos ambientes, mas a maior quantidade de espécies está no meio terrestre.

Características gerais dos insetos

Os insetos, assim como outros artrópodes, possuem um exoesqueleto quitinoso em seu corpo, o qual está relacionado, principalmente, com a proteção contra predadores e a perda excessiva de água. Além disso, apresentam apêndices pareados e articulados e uma musculatura desenvolvida.

O sistema circulatório dos insetos é do tipo aberto, ou seja, o sangue, ou hemolinfa, não corre exclusivamente no interior de vasos. Além disso, esses animais apresentam sistema nervoso constituído por um gânglio cerebral na cabeça, que é de onde parte uma cadeia nervosa que se expande ventralmente pelo corpo. Também se observa a presença de nervos associados a essas estruturas.

A respiração ocorre por meio de estruturas denominadas de traqueias, que captam o oxigênio atmosférico e fornecem-no para todas as células. As excretas dos insetos são eliminadas pelos túbulos de Malpighi, um tipo de estrutura excretora também presente em alguns aracnídeos.

Características que distinguem insetos de outros artrópodes

Os insetos apresentam características específicas, a saber:

  • Corpo dividido em cabeça, tórax e abdome;

  • Três pares de pernas no tórax;

  • Um par de antenas;

  • Asas, que podem ou não estar presentes (isso varia de acordo com a espécie estudada);

  • Diferentes aparelhos bucais adaptados à sua forma de alimentação.

Observe algumas das principais partes do corpo de um inseto
Observe algumas das principais partes do corpo de um inseto

Desenvolvimento dos insetos

Os insetos apresentam diferentes formas de desenvolvimento. Alguns insetos, como a traça, apresentam aparência semelhante a um adulto (desenvolvimento direto), mas são menores. Outros insetos, no entanto, apresentam-se bastante diferentes na fase jovem e na fase adulta, o que indica que eles passam por metamorfose (desenvolvimento indireto).

A metamorfose pode ser incompleta ou completa. Na metamorfose incompleta, também chamada de gradual, os insetos possuem características semelhantes às do adulto e tornam-se mais parecidos a cada muda. No caso dos gafanhotos, por exemplo, na fase jovem, eles não apresentam asas e seus órgãos reprodutivos não estão desenvolvidos. O estágio imaturo recebe o nome de ninfa, quando o organismo é terrestre, e náiade, quando aquático.

Existe ainda a metamorfose completa, que ocorre em insetos que possuem um estágio jovem bastante diferente do adulto. Esse é o caso da borboleta, que apresenta as seguintes fases de desenvolvimento: ovo, lagarta, pupa e borboleta.

Insetos que apresentam desenvolvimento direto são chamados de ametábolos. Aqueles que apresentam desenvolvimento indireto e metamorfose incompleta são chamados de hemimetábolos. Por fim, temos aqueles que apresentam desenvolvimento indireto com metamorfose completa: os holometábolos.

Relação dos insetos com os seres humanos

Vários insetos são conhecidos pela sua capacidade de transmitir doenças ao homem, como é o caso do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, chikungunya e zika. Além dos mosquitos, temos alguns insetos parasitos, como os piolhos e as pulgas, e insetos que causam danos materiais, como os cupins, que atacam as madeiras.

Mesmo causando certos malefícios, os insetos são essenciais para diversas espécies de seres vivos. Entre os principais papeis exercidos pelos insetos no ambiente e para a sociedade, podemos citar:

  • Participação na polinização de diversas espécies vegetais;

  • Participação na cadeia alimentar;

  • Produção de produtos de valor econômico: mel, cera e corante;

  • Papel na Criminalística (entomologia forense).


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: