Mamíferos

Você está aqui: Home / Zoologia / Mamíferos

Os coalas são mamíferos classificados como marsupiais
Os coalas são mamíferos classificados como marsupiais

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

Os mamíferos são animais vertebrados que se destacam pela presença de pelos e glândulas mamárias. Esses animais são extremamente importantes para os seres humanos, fazendo parte da nossa dieta, sendo usados como meio de transporte, para a fabricação de vestuário e até mesmo como companhia. Estima-se que existam cerca de 4800 espécies diferentes de mamíferos.

Características gerais dos mamíferos

Os mamíferos destacam-se, principalmente, pela presença de pelos e pela capacidade de produzir leite. O pelo é uma estrutura que tem origem dérmica e apresenta como funções o isolamento térmico, protegendo o animal contra o frio, camuflagem, comunicação e percepção do meio ambiente.

Em relação à produção de leite, é importante destacar que todas as espécies de mamíferos possuem fêmeas que alimentam seus filhotes com essa substância. Nos machos, a glândula mamária está presente nos grupos dos monotremados e eutérios, entretanto, são raros os casos de produção de leite.

Além das glândulas mamárias, os mamíferos possuem outras glândulas, como as sebáceas e as sudoríparas. As glândulas sebáceas produzem uma substância oleosa denominada de sebo que impermeabiliza e lubrifica o pelo. Já as glândulas sudoríparas atuam na termorregulação, ajudando no controle da temperatura do corpo. Mamíferos apresentam também garras, unhas e cascos, estruturas ricas em queratina que atuam na locomoção, defesa e ataque desses animais.

Os mamíferos também se destacam pelos vários tipos de dentes, adaptados às diferentes dietas desses animais. Os dentes presentes nos mamíferos recebem o nome de incisivos, caninos, pré-molares e molares. Os mamíferos possuem dois conjuntos de dentição. O primeiro conjunto é de dentes de leite, e o segundo, de dentes permanentes. Os molares estão ausentes na dentição de leite.

Todos os mamíferos apresentam coração com quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos, característica também presente em aves. O sistema circulatório é fechado, ou seja, o sangue nunca abandona os vasos, e a circulação é dupla, ou seja, o sangue passa duas vezes pelo coração. Outro ponto importante é a presença de hemácias (glóbulos vermelhos) anucleadas.

Os mamíferos possuem respiração pulmonar. Os pulmões desses animais são esponjosos em virtude da grande quantidade de alvéolos pulmonares, estruturas em formato de pequenos sacos que são o local para a realização da hematose. Existe ainda a presença do músculo denominado de diafragma, que separa a cavidade torácica da abdominal e garante a eficiência do processo de inspiração e expiração.

O sistema urinário é composto por dois rins, onde é formada a urina. Dos rins, a urina parte pelos ureteres até a bexiga, onde é armazenada até o momento da eliminação pela uretra.

No que diz respeito aos sistemas sensoriais, os mamíferos destacam-se por seu encéfalo bem desenvolvido. Além disso, possuem uma audição e olfato muito acurados. A visão nesses organismos é menos eficiente do que em outros grupos, como as aves.

Os mamíferos são animais que apresentam sexos separados e a fecundação é sempre interna. Existem espécies ovíparas e espécies vivíparas.

Classificação dos mamíferos

Costuma-se dividir os mamíferos em três subclasses:

  • Allotheria: Os representantes dessa classe estão atualmente extintos e provavelmente possuíam os mesmos hábitos de vida dos roedores;

  • Prototheria: Esses organismos, também conhecidos como monotremados, são conhecidos por sua capacidade de botar ovos e por possuírem mamas sem mamilos. Exemplo: Ornitorrincos e equidnas;

  • Theria: Esse grupo inclui os marsupiais e os placentários, pertencentes à infraclasse Metatheria e Eutheria, respectivamente. Os marsupiais (exemplo: canguru) e placentários (exemplo: humanos) podem ser diferenciados, principalmente, pelas características reprodutivas. Os primeiros nascem pouco desenvolvidos, e o segundo grupo nasce em estado avançado de desenvolvimento.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: