Sistema endócrino

Você está aqui: Home / Anatomia e Fisiologia Animal / Sistema endócrino

O sistema endócrino é formado por várias glândulas endócrinas
O sistema endócrino é formado por várias glândulas endócrinas

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

O sistema endócrino é constituído pelas diversas glândulas endócrinas que estão presentes em nosso corpo. Essas glândulas secretam diferentes hormônios que atuam em várias partes do organismo, garantindo, assim, seu funcionamento adequado.

Hormônios

Os hormônios são moléculas químicas produzidas pelas glândulas endócrinas que atuam como sinalizadores químicos. Essas glândulas estão sempre próximas de vasos sanguíneos, os quais garantem que os hormônios sejam secretados e sejam levados diluídos no plasma para várias partes do corpo. Dessa forma, é possível que um hormônio atinja seu alvo mesmo que ele esteja distante de seu local de síntese.

Os hormônios atuam em órgãos e tecidos específicos. Isso se deve ao fato de que, nesses locais, existem células com receptores que reconhecem essas moléculas, gerando uma determinada resposta. Esse mecanismo é extremamente importante, uma vez que os hormônios circulam pela corrente sanguínea e, se não houvesse especificidade, poderiam influenciar a atividade de outras células.

Glândulas endócrinas

A seguir, descrevemos as principais glândulas endócrinas existentes e a ação dos hormônios por elas produzidas:

  • Glândula pineal: Essa glândula produz a melatonina, que participa da regulação dos ritmos biológicos.

  • Hipotálamo: Produz a ocitocina e o hormônio antidiurético, que são liberados pela hipófise. A ocitocina estimula a contração do útero e das glândulas mamárias, e o hormônio antidiurético garante a reabsorção de água pelos rins. O hipotálamo também produz hormônios de liberação e inibição, que atuam regulando a hipófise.

  • Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Hipófise: Responsável pela produção de vários hormônios, entre os quais, podemos citar: o hormônio folículo estimulante e o hormônio luteinizante, que atuam nos ovários e testículos; o hormônio tireoestimulante, que estimula a tireoide a secretar seus hormônios; o hormônio adrenocorticotrófico, que estimula o córtex da suprarrenal; a prolactina, que estimula a produção de leite na glândula mamária; e o hormônio do crescimento, que promove o desenvolvimento de ossos e cartilagem.

  • Tireoide: Garante a produção da tiroxina e da tri-iodotironina, que estão relacionadas com processos metabólitos, e da calcitonina, que garante uma diminuição dos níveis de cálcio no sangue.

  • Paratireoide: Produz o paratormônio, que garante o aumento dos níveis de cálcio no sangue.

  • Suprarrenal: No córtex, é produzida a aldosterona, que garante a reabsorção do sódio e do cortisol, o que provoca o aumento na concentração de glicose no sangue. Na medula, por sua vez, são produzidas a adrenalina, que promove estimulação cardíaca e aumenta os níveis de glicose no sangue, e a noradrenalina, que garante, principalmente, a constrição de certos vasos sanguíneos.

  • Pâncreas: Responsável pela produção de insulina, que diminui os níveis de glicose no sangue, e de glucagon, que atua aumentando os níveis de glicose.

  • Ovários: Produzem o estrogênio, que atua no desenvolvimento de caracteres sexuais secundários e promove o crescimento do endométrio, e a progesterona, que promove o crescimento do endométrio.

  • Testículos: Produzem testosterona, que atua na produção de espermatozoides e no desenvolvimento de características sexuais secundárias.

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: