Auxina

Você está aqui:
O crescimento de caules e raízes é uma das funções das auxinas
O crescimento de caules e raízes é uma das funções das auxinas

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

As auxinas são hormônios vegetais produzidos pelas células meristemáticas, principalmente no ápice do caule, e movem-se célula a célula do ápice para a base desse órgão. Existem vários tipos de auxina, mas o principal é o ácido indolacético (AIA), produzido naturalmente. Muitas auxinas são sintetizadas industrialmente.
 

Ação da auxina (AIA)

A auxina atua de diversas formas sobre as plantas:
 

  • Atua tanto inibindo quanto estimulando o crescimento dos caules e raízes;

  • Atua na dominância apical, onde a diferenciação das células nas gemas apicais inibe o crescimento das gemas laterais;

  • Atua no gravitropismo e no fototropismo;

  • Estimula a formação de raízes adventícias;

  • Atua na diferenciação dos tecidos condutores;

  • Atua na inibição da abscisão de folhas e frutos;

  • Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Atua no desenvolvimento dos frutos. A aplicação de auxinas em flores não polinizadas também estimula o desenvolvimento de frutos, o que pode ser utilizado pela agricultura.
     

Crescimento do caule das raízes

Uma das principais formas de atuação da auxina é no crescimento de raízes e caules. O crescimento ocorre sob determinadas concentrações desse hormônio.

Concentrações acima do ideal ocasionam a inibição do crescimento desses órgãos. Já concentrações ideais de auxina ocasionam a quebra de alguns constituintes da parede celular, como os filamentos de celulose, o que causa o seu enfraquecimento. Assim, há um aumento da absorção de íons pela membrana celular e um aumento do turgor da célula, causando o alongamento desta.
 

Fototropismo

O fototropismo é o crescimento da planta em direção à luz. Isso se deve ao fato de a auxina migrar para a região da planta oposta ao sol. Essa maior concentração de auxina no lado mais escuro causa o alongamento dessas células, provocando a curvatura do caule para o lado iluminado.
 

Dominância apical

A auxina produzida pelo ápice do caule segue em direção a sua base. Nesse movimento, inibe o crescimento das gemas laterais. À medida que a planta cresce e a gema apical afasta-se das laterais, a inibição é reduzida, permitindo que as gemas laterais mais distantes desenvolvam-se.

Vale dizer que a remoção da gema apical também estimula o crescimento das gemas laterais. Assim, a poda pode estimular a produção de novos ramos laterais em árvores e, consequentemente, aumentar a produção de flores e frutos.


Por Ma.Vanessa Sardinha

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: