Movimentos vegetais

Você está aqui: Home / Botânica / Movimentos vegetais

Um exemplo de nastismo ocorre na planta sensitiva que, ao ter suas folhas tocadas,  fecha seus folíolos
Um exemplo de nastismo ocorre na planta sensitiva que, ao ter suas folhas tocadas, fecha seus folíolos

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

Diferentemente do que muitos pensam, os vegetais também possuem relativa movimentação. Alguns movimentos ocorrem devido a, por exemplo, modificações nos padrões de crescimento em decorrência de algum fator externo. Há ainda movimentos de deslocamento, como os observados nos anterozoides. Existem três tipos básicos de movimento: tropismos, nastismos e tactismos.

Tropismos

Os tropismos são respostas de crescimento direcionais decorrentes de um estímulo externo. Eles podem ser positivos, quando o crescimento ocorre em direção ao estímulo, ou negativos, quando ocorre no sentido contrário ao estímulo. Existem diferentes tipos de tropismo:

  • Fototropismo: é um crescimento em resposta à luz. O caule das plantas, por exemplo, costuma curvar-se em direção à luz, e esse movimento é determinado pelo hormônio auxina. Esse hormônio migra para o lado sombreado, causando o alongamento das células nesse local e, consequentemente, sua curvatura;

  • Geotropismo ou gravitropismo: é um movimento gerado em resposta à gravidade. O geotropismo da grande maioria das raízes é positivo, ou seja, elas crescem para baixo. Já o caule, em sua grande maioria, tem geotropismo negativo, portanto, apresenta crescimento voltado para cima. A auxina também desempenha papel nessa curvatura;

  • Tigmotropismo: movimento que ocorre em resposta ao contato do vegetal com objetos sólidos. O exemplo mais comum é o das gavinhas que se enrolam em objetos, o que garante a fixação da planta. O maracujazeiro é um exemplo de planta dotada dessa estrutura.

Nastismos

Os nastismos são movimentos vegetais que ocorrem em resposta a um estímulo, entretanto, a direção desse movimento independe do sentido do estímulo. O exemplo mais comum desse tipo de movimento acontece na sensitiva (Mimosa pudica). Ao ter suas folhas tocadas, essa planta imediatamente fecha seus folíolos em decorrência de mudanças na pressão de turgor em células localizadas em uma região da base dos folíolos, conhecida como pulvínulos.

Esse movimento pode ser observado também na planta carnívora Dionaea muscipula. Suas folhas fecham-se assim que são tocadas por suas presas, funcionando como perfeitas armadilhas.

Tactismos

Os tactismos são movimentos de deslocamento, os quais podem ser ou não no sentido do estímulo. Um exemplo de tactismo é o quimiotactismo apresentado por anterozoides que são atraídos por substâncias químicas presentes no arquegônio.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: