Ancilostomíase: Amarelão

Você está aqui: Home / Doenças / Ancilostomíase: Amarelão

O Ancylosmoma duodenale fixa-se ao intestino e de lá retira seu alimento por meio de sucção
O Ancylosmoma duodenale fixa-se ao intestino e de lá retira seu alimento por meio de sucção

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

 Ancilostomíase, também conhecida por ancilostomose ou amarelão, é uma verminose causada por nematódeos e caracterizada por uma forte anemia, deixando o doente com a aparência pálida (daí o nome amarelão).

Agente causador

Duas espécies de nematoides podem causar a ancilostomíase: o Ancylostoma duodenale e o Necator americanus. Esses vermes apresentam o corpo alongado, dentes ou placas cortantes em sua boca e medem entre 1 cm e 2 cm de comprimento.

Transmissão

A transmissão ocorre, principalmente, pela penetração das larvas dos vermes presentes no solo através da pele. Em seguida, as larvas atingem os vasos linfáticos, seguem para os vasos sanguíneos e, depois, para o coração e pulmões. A partir dos pulmões, elas passam pelos bronquíolos e seguem para faringe, esôfago e seguem até o intestino. A transmissão pode ocorrer também pela ingestão da larva, que segue para o intestino delgado.

Ao chegar ao intestino, as larvas prendem-se à parede desse órgão e dele retiram nutrientes para seu desenvolvimento por meio da sucção de sangue e até mesmo de fragmentos da mucosa. A forma de sucção utilizada por esses vermes para retirar seu alimento pode causar sérias lesões no intestino, resultando em hemorragias, que podem causar até a morte do doente.

No intestino ocorre também a reprodução desses vermes. As fêmeas podem produzir milhares de ovos, que são eliminados pelas fezes. Em solo úmido, esses ovos eclodem em até 48 horas e ali passam as primeiras fases de seu desenvolvimento. Em seguida, quando alcançam cerca de 0.5 mm, tornam-se novamente infectantes para a espécie humana.

Sintomas

Os principais sintomas da ancilostomíase surgem após os vermes se alojarem no intestino. São eles:

  • Perda de apetite;

  • Cansaço;

  • Dor abdominal

  • Náuseas e vômitos;

  • Diarreia, acompanhada ou não de sangue;

  • Anemia.

Tratamento

O tratamento é realizado com a administração de vermífugos e ferro, este para o tratamento da anemia.

Profilaxia

Para a prevenção da ancilostomose, é necessário ter hábitos de higiene, como andar sempre calçado, lavar bem as mãos após ir ao banheiro, antes de se alimentar e no preparo dos alimentos, lavar bem os alimentos, entre outros. Saneamento básico com instalações sanitárias adequadas e tratamento de água e esgoto são fundamentais.

 

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: