Fobia

Você está aqui: Home / Doenças / Fobia

Muitas pessoas apresentam medo de avião; outras, no entanto, apresentam fobia.
Muitas pessoas apresentam medo de avião; outras, no entanto, apresentam fobia.

Curtidas

0

Comentários

0

por Vanessa

Compartilhe:
Por Vanessa Sardinha

Fobia é um termo muito confundido com medo, entretanto, devemos utilizar a palavra fobia para identificar medos irracionais e desproporcionais. O medo é uma reação natural do nosso dia a dia e de outros animais e evita a exposição a situações que nos causem dano, ou seja, ele é importante para a nossa sobrevivência. O excesso de medo (fobia), por sua vez, faz com que evitemos diversas situações, impedindo-nos, portanto, de levar uma vida normal.

Leia também: Doenças psicológicas

As fobias podem ser classificadas em três tipos básicos: fobias específicas, fobia social e agorafobia.

Falar em público, por exemplo, pode causar em algumas pessoas sintomas desagradáveis, como taquicardia.
Falar em público, por exemplo, pode causar em algumas pessoas sintomas desagradáveis, como taquicardia.


Fobia específica

As fobias específicas são aquelas em que o indivíduo apresenta um medo acentuado diante de um objeto ou situação específica (estímulo fóbico). Normalmente os indivíduos acometidos possuem um medo e uma ansiedade persistentes diante do estímulo fóbico e, por isso, frequentemente, evitam situações que envolvem o estímulo que lhes causa temor.

Diante de uma situação que teme ou mesmo diante de um pensamento relacionado com essa situação, o indivíduo com fobia específica pode apresentar batimentos cardíacos acelerados, queda de pressão e tremor. Em alguns casos, essa fobia é tão intensa que pode desencadear ataques de pânico.

Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, a fobia específica pode ser classificada em:

  1. Animal (Ex.: medo desproporcional de aranhas)

  2. Ambiente natural (Ex.: medo desproporcional de altura)

  3. Sangue-injeção-ferimentos (Ex.: medo desproporcional de procedimentos médicos)

  4. Situacional (Ex.: medo desproporcional de voar de avião)

  5. Outros (Ex.: medo desproporcional de situações que podem causar asfixia)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essas fobias podem ser originadas de diferentes formas. Geralmente elas são desencadeadas após o indivíduo passar por uma situação extremamente traumática ou presenciar alguém passando por essa situação. Entretanto, muitas vezes, as pessoas não sabem identificar o momento em que se começou a fobia.


Fobia social

Na fobia social, a pessoa possui medo de ser julgada de maneira negativa.
Na fobia social, a pessoa possui medo de ser julgada de maneira negativa.

Outro tipo de fobia existente é o transtorno de ansiedade social, a chamada fobia social. Nesse tipo de transtorno, o indivíduo apresenta medo diante de situações sociais em que ele pode ser julgado de maneira negativa por outras pessoas. Como exemplo dessas situações, podemos citar festas ou conversas com pessoas que não são do ciclo de amizade do indivíduo. Como na fobia específica, essas situações também são evitadas, e o indivíduo com esse problema tende a ser tachado como tímido.


Agorafobia

A agorafobia é outro tipo de fobia muito confundido com a fobia específica. Segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, a agorafobia é caracterizada como um medo exagerado diante de duas ou mais das cinco situações a seguir:

  1. Uso de transporte público;

  2. Permanecer em espaços abertos;

  3. Permanecer em locais fechados;

  4. Permanecer em uma fila ou ficar em meio a uma multidão;

  5. Sair de casa sozinho.

Nesse tipo de fobia, o indivíduo teme que algo de ruim ou constrangedor aconteça e ele não consiga escapar do local ou obter ajuda nesses casos. Assim como nos outros tipos de fobia descritos, o medo é irracional e desproporcional diante do real perigo apresentado pela situação.

Curtidas

0

por Vanessa

Compartilhe: