Herpes

Você está aqui: Home / Doenças / Herpes

A herpes é caracterizada pelo aparecimento de lesões na mucosa ou pele, principalmente nos lábios e região genital
A herpes é caracterizada pelo aparecimento de lesões na mucosa ou pele, principalmente nos lábios e região genital

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

A herpes é a doença viral mais comum na atualidade, depois das infecções virais. Ela é causada por dois tipos de vírus semelhantes: o herpes simples tipo I (HSV-I), relacionado à herpes labial, e o herpes simples tipo II (HSV-II), relacionado à herpes genital.

A herpes é uma doença altamente infecciosa que pode causar complicações graves em bebês e pacientes imunocomprometidos. Ela não tem cura, pois o vírus permanece no organismo de forma latente, fazendo com que a doença se manifeste novamente em outro momento.

Sintomas da herpes

A herpes é caracterizada pela presença de vesículas cheias de líquido que, quando arrebentam, formam feridas nas mucosas ou na pele, principalmente nos lábios – nos casos de herpes simples labial – ou na região genital – nos casos de herpes genital – que cicatrizam em poucos dias. Apesar da rápida cicatrização, o vírus permanece no organismo e pode provocar novas lesões em poucos dias, ou muito tempo depois da primeira manifestação.

Indivíduos que apresentam as lesões de forma recorrente conseguem prever com antecedência o aparecimento delas, pois surgem sintomas no local como dor, aquecimento, prurido e ardência.

Transmissão

A transmissão ocorre pelo contato direto com a lesão do doente, por meio do beijo e relações sexuais, por exemplo, ou quando o doente toca na própria lesão e, em seguida, toca em outras pessoas.

Tratamento

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Embora não haja cura, o tratamento com medicamentos antivirais pode ser realizado para amenizar os sintomas e o período de duração da doença.

Profilaxia

Alguns comportamentos são importantes para evitar a contaminação, como:

  • Evitar o contato íntimo com o doente que esteja com as lesões aparentes;

  • O doente deve evitar tocar a área das lesões. Se o fizer, deve lavar bem as mãos em seguida.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: