Determinação genética do sexo

Você está aqui: Home / Genética / Determinação genética do sexo

Na maioria das espécies, o sexo é determinado pelos genes presentes nos cromossomos sexuais
Na maioria das espécies, o sexo é determinado pelos genes presentes nos cromossomos sexuais

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

A determinação do sexo, na maioria das espécies, ocorre por meio de genes situados em cromossomos, denominados de cromossomos sexuais. Na maior parte dos vertebrados, incluindo a espécie humana, as fêmeas apresentam um par de cromossomos sexuais idênticos (XX). Nos machos, os cromossomos são diferentes (XY).

Fecundação

Os gametas são formados por um processo de meiose. Dessa forma, cada gameta apresenta metade dos cromossomos sexuais do indivíduo. Como os cromossomos das fêmeas são iguais, elas apresentam 100% de gametas com cromossomos X. Machos apresentam 50% dos gametas com cromossomo X e 50% com cromossomo Y.

Na fecundação, o embrião recebe um cromossomo da mãe, proveniente do óvulo, e um do pai, proveniente do espermatozoide. Se o espermatozoide que fecundou o óvulo apresenta um cromossomo X, o indivíduo gerado desenvolve ovários e, consequentemente, hormônio feminino. Se o espermatozoide apresenta cromossomo Y, ocorre o desenvolvimento de testículos e hormônios masculinos. Isso se deve à presença de um gene no cromossomo Y que leva ao desenvolvimento dos testículos. Na sua ausência desse gene, ocorre o desenvolvimento de ovários.

Determinação do sexo na espécie humana

Considerando a explicação anterior, podemos concluir que o processo de determinação do sexo na espécie humana acontece em quatro etapas.

  1. Determinação genética do sexo no momento da fertilização;

  2. Diferenciação das gônadas;

  3. Diferenciação dos genitais;

  4. Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Diferenciação sexual secundária.

A primeira etapa é a que determina as seguintes, devido à presença ou não do cromossomo Y no embrião formado. A última etapa é dependente dos hormônios que são produzidos posteriormente.

Outros sistemas de determinação do sexo

Além do sistema XY presente na espécie humana e outros animais, como os mamíferos, podemos destacar alguns sistemas semelhantes em outras espécies:

  • Sistema XO: nesse sistema existente em alguns insetos, a fêmea apresenta dois cromossomos sexuais, e o macho apresenta apenas um (XO);

  • Sistema ZW: nesse sistema, existente em peixes e aves, por exemplo, a fêmea apresenta os dois cromossomos sexuais diferentes (ZW), e o macho apresenta-os iguais (ZZ).

Curiosidade: nem todos os animais têm seus sexos determinados por fatores genéticos. Alguns répteis, como jacarés e tartarugas, têm o sexo de seus filhotes determinado pela temperatura do ambiente no qual o ovo fica incubado.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: