Locomoção das aves

Você está aqui: Home / Zoologia / Locomoção das aves

As aves apresentam diversas adaptações ao voo, como a presença de ossos pneumáticos
As aves apresentam diversas adaptações ao voo, como a presença de ossos pneumáticos

Curtidas

0

Comentários

0

por Helivania

Compartilhe:
Por Helivania Sardinha dos Santos

As aves são animais vertebrados que apresentam características bem particulares e também diversificadas. A locomoção desses seres vivos pode ocorrer de diversas formas, como pela corrida, natação e, principalmente, pelo voo. Para que possam se locomover nessas diferentes formas, esses seres apresentam diversas adaptações.

Embora nem todas se locomovam pelo voo, todas as aves apresentam características relacionadas a essa forma de locomoção, como o corpo coberto de penas. Isso se deve ao fato de seus antepassados locomoverem-se dessa forma.

Formas de locomoção das aves

As aves formam um grupo bastante diverso e, por essa razão, apresentam variadas formas de locomoção. A seguir, confira alguns exemplos dessas formas:

  • Natação: os pinguins utilizam-se dessa forma de locomoção e apresentam asas em forma de remo que os auxiliam nesse processo. Algumas espécies aquáticas possuem também uma membrana que une as falanges, dando uma maior propulsão na natação, entre outras adaptações a essa forma de locomoção;

  • Corrida: alguns animais que se locomovem pela corrida apresentam as asas atrofiadas e os membros posteriores adaptados para auxiliar nessa forma de locomoção, como redução no número de dedos e musculatura mais desenvolvida. Um exemplo de animal que se locomove pela corrida é a ema.

  • Voo: essa é forma mais comum de locomoção entre as aves. As adaptações do corpo para esse tipo de deslocamento são diversas e estão descritas no próximo tópico.

Adaptações ao voo

As aves apresentam diversas adaptações que permitem a locomoção pelo voo, como:

  • Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Corpo aerodinâmico e fusiforme (em forma de fuso), reduzindo a resistência ao ar durante o voo;

  • Ossos pneumáticos com cavidades que tornam o esqueleto leve;

  • Musculatura mais desenvolvida na região peitoral;

  • As asas são como aerofólios modulando a direção e a velocidade do voo;

  • A presença de penas leves, flexíveis e resistentes que auxiliam a ave a levantar voo e a manter-se no ar.

Curtidas

0

por Helivania

Compartilhe: